FRUTIFICAR EM VASO PARA APARTAMENTO Sítio GilSat

FRUTIFICAR EM VASO PARA APARTAMENTO Sítio GilSat

Aprenda a cultivar árvores frutíferas em vasos
O prazer de colher e saborear uma fruta colhida no pé não precisa ser apenas de pessoas que moram em fazendas ou casas com terrenos maiores. É possível ter árvores frutíferas em quintais menores e até mesmo varandas também em apartamentos.

Pés de Pitanga, Acerola, Goiaba, Araçá, todos os Citros, Romã, Jabuticaba, Cajueiro, Maracujá e videiras (com treliça de apoio) estão entre as opções que podem ser cultivadas em vasos.

Além de estarem em alta no paisagismo, são muito mais saudáveis.
Para plantar árvores frutíferas em vasos a primeira condição é o porte da planta, precisa ser de baixo ou médio.

É preciso tomar o cuidado com a área disponível, em média uma área de 2 m² para cada fruteira em vaso.

Veja alguns exemplos para se inspirar

Jabuticabeira, Limão Siciliano, Pêssego, Romã etc

COMO PLANTAR
Para todas elas, recomendamos escolher vasos entre 60 a 100 litros de volume de substrato. É indicado fazer uma drenagem com argila expandida 2215 ou brita n. Zero, esta última para a ancoragem em varandas com muito vento.

O espaço vazio no vaso deve ser preenchido com o substrato (Top Garden Floreira) e a ele ser acrescido uma fonte de fósforo tipo farinha de osso, 04-14-08, Super Fosfato, ou ainda Forth Jardim Plantio, na proporção de 2 gramas de adubo/litro de substrato.

Trinta a quarenta dias após o plantio, fazer adubação de cobertura, usando um adubo se possível de liberação lenta de 3-4 meses, como: Osmocote 14-14-14 ou adubo N-P-K 10-10-10 (a cada 2 meses), usando-se 01 (um) grama do adubo por litro do substrato do vaso.

CUIDADOS APÓS PLANTIO

1) Sempre em Abril/Maio, fazer adição de matéria orgânica (Solo Base), adicionando-se 3 gramas de fonte de fósforo (farinha de osso, 04-14-08,citados anteriormente) por litro de matéria orgânica, completar com essa mistura o volume do vaso perdido durante o ano;
2) Sempre em Agosto/Setembro, fazer a adição de um adubo, se possível de liberação lenta de 3-4 meses tipo Osmocote 14-14-14, ou adubo N-P-K 10-10-10 (a cada 2 meses), usando-se 01 (um) grama do adubo por litro do substrato do vaso;

3) A cada 3-4 anos, retirar a fruteira do vaso, podar as raízes enovelados, adicionar a mistura de plantio para completar o volume de substrato na parte inferior do vaso Sítio GilSat.

 

ORQUÍDEAS


  Como cuidar de orquideas
 
Gostou, Então Compartilhe!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *